6.11.06

Victorian Romance Emma

Quem sabe se pelas suas semelhanças ou insularidade sou bastante atraída por duas culturas estrangeiras: a inglesa e a japonesa. Talvez por isso senti curiosidade em ver este anime pouco conhecido e muito pouco comum na conjugação de uma série anime com uma temática da Inglaterra, em particular uma Londres Victoriana. Esta é a junção de quase tudo o que de mais apelativo encontro em ambas as culturas.

Tudo neste anime é diferente do que se costuma ver: o detalhe victoriano (literalmente), os excelentes e históricamente rigorosos cenários e direcção artística, o ritmo compassado e lento, a banda-sonora, etc. Há um certo empenho neste anime que o torna especial, é, sem dúvida, uma produção extremamente cuidada e fora dos parâmetros comuns para televisão.

Apenas uma coisa se manteve coerente em relação a outros anime e, em particular, à cultura japonesa: a história. É algo melancólica e uma slice-of-life sem um fim conclusivo, fechado, com moral ou feliz. Nisso, que considero o melhor das narrativas nipónicas, este anime surpreendeu e agradou.

É triste e enervante ver até que ponto a rigidez do estatuto social e das regras da educação victorianas levam duas personagens a não escolher o caminho que desejariam. Toda a acção decorre dentro de um decoro e timidez impostos que atrasam tomadas de decisão e transformam as pessoas em fantoches de uma sociedade virada para a ascenção social e económica. O indivíduo não tem lugar, tem de servir o grupo, isto é: a família. Provavelmente os japoneses revêm na sociedade victoriana as suas próprias dificuldades sociais em se imporem como indivíduos com vontade própria e poder decisivo nas próprias vidas.

Definitivamente basta abrir um pouco os olhos, prestar alguma atenção e ver com olhos de ver para perceber que se andam a produzir muito boas séries de anime no Japão, que há muito já ultrapassaram o estigma de desenhos animados para criancinhas. Este é um anime para ver com atenção e calma, de preferência acompanhado por uma bela chávena de Earl Grey, para nos fazer recordar dos "bons velhos tempos" das séries da BBC, tais como Reviver o Passado em Brideshead, A Família Bellamy e outras, que passavam na RTP.

英國戀物語エマ

6 comentários:

Anónimo disse...

parece interessante.... aonde posso encontrar este filme de animação?

Misato disse...

É uma série de 12 episódios. para a encontrar... é procurar na net.

Jojo disse...

Caramba, só encontrei uma página que eu tentaria fazer download, mas nem dá, tem que pagar ¬¬ E tá legendado em ingles, bem isso não é exatamente o problema.
Já fuçei a rede toda! Não axo x.x Help plix?

;X

Misato disse...

Não dou esse tipo de informação aqui. Tenta em fórums.

CC disse...

Excelente post sobre a "Emma"!
Vi a série muito recentemente e gostei IMENSO. Não poderia concordar mais com os elogios que lhe fazes.
Sendo a Inglaterra e o Japão dois países que me suscitam muito interesse, o facto de ser um anime passado na Inglaterra do séc. XIX (ainda por cima desse século, que me fascina, confesso) é uma combinação que, para mim, é perfeita. Por isso, quando descobri que esta série existia, fiquei cheia de vontade de a ver. E a verdade é que, agora que a vi, tenho vontade de a recomendar a toda a gente! ;)

Misato disse...

É mesmo isso! Dá vontade de recomendar a toda a gente!!! ^_^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...